HOME > NOTÍCIAS > Adotada por Vó Maria, vira-lata permanece ao lado de idosa durante o velório
Adotada por Vó Maria, vira-lata permanece ao lado de idosa durante o velório

Adotada por Vó Maria, vira-lata permanece ao lado de idosa durante o velório

Dezenas de amigos foram, na manhã desta segunda-feira, dar seu adeus à Vó Maria, a assistente social que dedicou a vida a ajudar na recuperação de presos que morreu aos 102 anos, neste domingo.

Não só porque Milka é uma vira-lata. Mas porque, desde a madrugada, não saiu do lado do caixão de Maria Ribeiro da Silva Tavares, sua dona, que foi sepultada no Cemitério Jardim da Paz, por volta das 11h.

Deitada sobre o tapete estampado, mirando os visitantes humanos, Milka lembrou a história de Hachiko, o cão japonês que esperava diariamente em uma estação de trem pelo dono que havia morrido. A cadelinha passou toda a noite acampada na sala de reuniões da Fundação Patronato Lima Drummond, criada pela idosa em 1942 para abrigar presos do semiaberto, onde foi velado o corpo da idosa. Funcionários e presos que passaram pelo local após a morte da “vó”, como era chamada, contaram que o animalzinho não desgrudava do caixão.

— Nós tentamos retirá-la lá de dentro, mas ela não queria sair — disse a assistente social Marta Santos Rocha.

Milka só saiu de perto de dona Maria quando o número de visitantes aumentou. Deixou a sala mas, em minutos, voltou, para observar as mais de 20 pessoas que estavam ali naquele instante. Farejou em busca do cheiro da dona, deu a volta no caixão e deitou-se — como quem esperava o  afago daquela que se foi.

 

Fonte: ZH

Fotos: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página
Pular para a barra de ferramentas