HOME > DESTAQUES > Após ter jogo nas mãos, Grêmio toma virada e é eliminado da Libertadores
Após ter jogo nas mãos, Grêmio toma virada e é eliminado da Libertadores

Após ter jogo nas mãos, Grêmio toma virada e é eliminado da Libertadores

O dilúvio que caiu sobre Porto Alegre ao final do segundo jogo entre Grêmio e River Plate, na semifinal da Libertadores, parecia as lágrimas dos mais de 50 mil tricolores que foram à Arena na noite desta terça-feira. O sonho do tetra ficou pelo caminho.

Endossado pelo uso da tecnologia, os argentinos viraram sobre o Tricolor e classificaram-se para a final. O VAR foi definitivo na partida, quando o árbitro Andrés Cunha consultou as imagens para conceder um pênalti aos argentinos aos 41 minutos do segundo tempo. E Pity Martínez saiu do banco para calar o estádio.

GRÊMIO CHAMA O RIVER, MAS ACHA GOL

Leonardo marca contra o River Plate
Leonardo marca contra o River Plate (Foto: Wesley Santos / Agência PressDigital)

Renato Gaúcho armou o Grêmio para esperar o River e sair no contra-ataque. Mas o time ficou espremido na intermediária e apresentou dificuldades para jogar. Assim, os argentinos começaram a experimentar em chutes de fora da área, com Ponzio e Palacios. Alisson também mandou para fora uma finalização.

Aos 31, Ponzio sentiu lesão muscular e deu lugar a Enzo Perez. Quando menos se esperava, um escanteio mal batido por Alisson caiu à feição de Leonardo, da entrada da área, acertar um belo chute à direita de Armani. Foi o desafogo gremista.

CEBOLINHA PERDE A CHANCE DO GRÊMIO

Recuperado de lesão muscular que o tirou do primeiro jogo, Everton voltou aos gramados com oito minutos do segundo tempo, pois Maicon sentiu problema na coxa. E ele mostrou por que é o melhor jogador gremista da temporada. Experimentou o goleiro do River aos 16 em chute de fora da área. Aos 21, perdeu grande chance ao chegar cara a cara com Armani e esbarrar em defesa do arqueiro. Por fim, o gol perdido fez falta. E o Grêmio não teve forças para se recuperar.

TEMPORAL ARGENTINO SOBRE O TRICOLOR

Pity Martínez chora após marcar o gol da vitória
Pity Martínez chora após marcar o gol da vitória (Foto: Wesley Santos/Press Digital)

Marcelo Gallardo tornou seu time mais ofensivo com a entrada de Pity Martínez, mas quem teve as primeiras melhores chances dos segundo tempo foi o Grêmio. Everton substituiu Maicon, com dores na coxa, aos oito minutos, e finalizou para defesa de Armani aos 16. Cinco minutos depois, o Cebolinha recebeu lançamento de Cícero e saiu na cara do goleiro, que salvou o River.

A chuva que já caía sobre Porto Alegre aumentou, bem como a pressão argentina. Até que, aos 36, Borré cabeceou livre na área e empatou. Aos 41, o lance que definiu o jogo. Com o auxílio do VAR, o árbitro Andrés Cunha marcou pênalti em toque no braço de Bressan na área. O zagueiro foi expulso, teve confusão e, ao fim de tudo, Pity Martínez converteu a penalidade.

BRESSAN E O VAR

Bressan sai de campo aos prantos
Bressan sai de campo aos prantos (Foto: Reuters)

Paulo Miranda, em atuação impecável na vaga do suspenso Kannemann, sentiu cãibras e precisou sair aos 24 minutos do segundo tempo. Bressan entrou e, sem tocar na bola, recebeu cartão amarelo. Borré empatou de cabeça aos 36. A classificação ainda era gremista. Porém, aos 41, o lance que definiu o jogo. Scocco recebeu na entrada da área, girou e chutou alto.

A bola desviou no braço de Bressan, algo que o árbitro Andrés Cunha não flagrou. Mas o VAR, sim. Alertado pelo assistente de vídeo, Cunha observou as imagens e marcou o pênalti. O zagueiro gremista entrou em desespero, foi para cima da arbitragem e acabou expulso. Saiu de campo em prantos. Após nove minutos de paralisação, Pity Martínez converteu a cobrança e deu a vitória ao River. Depois do apito final, os gremistas voltaram a pressionar a arbitragem, mas por pouco tempo.

CONFIRA OS MELHORES MOMENTOS DE RIVER PLATE 2X1 GRÊMIO

Fonte: Globo Esporte / Foto: Nelson Almeida | AFP

1 comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página
Pular para a barra de ferramentas