HOME > DESTAQUES > BGS 2018: o que esperar da maior feira de games da América Latina
BGS 2018: o que esperar da maior feira de games da América Latina

BGS 2018: o que esperar da maior feira de games da América Latina

Está em andamento nesta semana, entre os dias 10 e 14 de outubro, em São Paulo, a 11ª edição da Brasil Game Show (BGS), a maior feira de games da América Latina. Após se colocar no mapa das empresas e desenvolvedores internacionais com a visita de Hideo Kojima em 2017, a edição deste ano da BGS terá diversas opções de atrações e inúmeros convidados para atender diferentes tipos de entusiastas dos games, do jogador casual que curte suas partidas no celular até o fã mais radical, que consome tudo sobre o tema. 

“Hoje há desenvolvedores importantes que querem vir para a BGS para experimentar, depois do Kojima. Isso atrai não só convidados, mas também patrocinadores, gente que pode entender o mercado brasileiro como interessante para seus games”, diz Renan Barreto, gerente geral da BGS.

“Hoje a BGS se tornou um ritual quase que meio obrigatório para uma parcela do nosso público, que todo ano precisa comprar no primeiro lote mesmo sem saber quais são os convidados e as atrações do ano seguinte, é um voto de confiança e é por isso que a gente trabalha na verdade pra fazer a BGS acontecer”, continua. Os interesses do público vão evoluindo e mudando a cara do evento, afirma Barreto, contando que a atenção especial para convidados internacionais, PCs e eSports são coisas que o evento não pensava quando começou.  

Principais convidados

“Depois do Kojima, não nos contentamos com apenas um convidado internacional de peso”, diz Barreto. O principal nome que estará na BGS 2018 é Cory Barlog, diretor de God of War, um dos grandes sucessos do ano. O diretor criativo do Santa Monica Studio, estúdio interno da Sony para o PlayStation 4, irá se encontrar com o público em sessões espalhadas pelos cinco dias do evento, além de dar palestras sobre a produção do game.

Outros grandes nomes do evento são Fumito Ueda, que fez jogos como Shadow of the ColossusIco e The Last Guardian, Yoshiaki Hirabayashi, de Resident Evil 2 e Yoshinori Ono, produtor de Street FighterPara os fãs mais nostálgicos dos games, os destaques são a presença de Charles Martinet, dublador do Mario e Howard Scott Warshaw, criador do jogo do E.T. – O Extraterrestre para o AtariQuem regressa à feira também é Nolan Bushnell, o criador do Atari. 

Testes

Quem for ao BGS 2018 também terá a chance de jogar demonstrações de jogos que não foram lançados ainda. É o caso do exclusivo de PlayStation 4 Days Gone, previsto para 2019, Sekiro: Shawdows Die Twice e Devil May Cry 5. “Um dos grandes destaques é o próprio Call of Duty: Black Ops 4, que vai ser lançado mundialmente no dia 12 de outubro. Quem estiver lá dentro do evento vai poder jogar primeiro”, se anima o gerente geral da BGS.

As grandes empresas do ramo,como Sony, Microsoft, Nintendo, Activision, WB Games, RedFox Games e outras também terão estandes no evento com jogos e outras atividades para os visitantes.

Outras atrações

O BGS 2018 também vai contar com uma mostra especial, a Evolução do Videogame, onde serão expostos consoles históricos e a evolução dos videogames aqui no Brasil, desde o Telejogo da década de 1970 até o Xbox One X, o console mais potente da atualidade.

Fonte: Estadão / Foto: Reprodução/Influverse



VEJA MAIS:

Comente

Seu email não será exibido. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página