Portal Verdes Pampas

Cachorro é espancado até a morte em parque de Santiago

Um cachorro de rua foi espancado até a morte em Santiago no último domingo.

De acordo com a Brigada Militar (BM), um homem, já identificado, estaria preparando um churrasco com sua família no Parque Zamperetti, no bairro de mesmo nome, por volta do meio-dia, quando o animal, chamado de “Juliano” pela comunidade que vive próxima do local, se aproximou.

Ainda conforme a BM, testemunhas disseram que esse homem, incomodado com a presença de Juliano, imobilizou o animal com o pé pelo pescoço e lhe agrediu com uma arma – não se sabe ao certo que arma era essa. Testemunhas contam que Juliano ainda tentou caminhar após ser espancado, mas morreu logo em seguida. 

Essas testemunhas disseram que o cachorro vivia no parque e era cuidado pela população. Foram elas que acionaram a BM.

O registro da ocorrência foi feito como “crime ambiental” e ainda deve ser remetido à Polícia Civil. Isso não teria sido feito ainda por conta do período de final de ano, que teria expediente reduzido.

Conforme a veterinária Eva Müller, a morte de Juliano causou comoção e indignação na cidade.

– Ele era muito amável com todo mundo. Quem passava pelo parque sempre parava um minuto para brincar com ele. Por isso, ficamos muito indignados. Isso não é admissível em qualquer situação. Ficamos muito chocados com o que as pessoas são capazes de fazer – contou a veterinária.

Um grupo de proteção aos animais de Santiago está organizando um protesto após a morte do cachorro. O protesto está marcado para iniciar às 16h do próximo sábado. O grupo deve sair em caminhada da Praça Moisés Vianna até Parque Zamperetti, local onde o animal foi morto. 

*Colaborou Janaína Wille