HOME > AGRONOTÍCIAS > Chega a 50% área plantada nas lavouras da Região Central do RS
Chega a 50% área plantada nas lavouras da Região Central do RS

Chega a 50% área plantada nas lavouras da Região Central do RS

Os dias de calor e tempo bom têm colaborado para o plantio da safra de soja e arroz na região. Segundo balanço da Emater Regional de Santa Maria, a semeadura já se encontra na metade.

No caso da soja, 40% da área prevista já foi plantada na região. A expectativa atual é de plantio de 931.340 hectares no Centro do Estado. A produtividade média esperada é de 3.200 quilos por hectare (ha), ou 53,3 sacas. O preço médio da saca registrou queda pela pela terceira semana seguida, ficando em R$ 75,47.

Já em relação ao arroz, a previsão de plantio para a safra 2018/2019 é de uma área de 137.293 hectares na região. Desse total, cerca de metade já foi semeada. A produtividade média esperada é de 7.500 kg/ha, ou 150 sacas. Ainda segundo a Emater Regional, em Cachoeira do Sul, as lavouras que foram plantadas mais cedo já estão recebendo tratamento com herbicidas pré-emergentes e aplicação de cobertura com uréia, além do início da irrigação em sistemas de plantio direto e semi-direto.

GADO

O início do plantio interfere diretamente na oferta de bovinos. Todo o gado já foi retirado das pastagens de inverno em áreas que serão destinadas ao cultivo da soja, desta maneira, teve um aumento substancial na oferta de boi gordo. Ainda de acordo com a Emater Regional, o rebanho está com boa condição nutricional, o campo nativo está em pleno rebrote e favorece a disponibilidade de alimento aos animais. A saúde dos animais também é boa, com os parasitas sob controle. O preço médio do quilo do boi ficou em R$ 4,76 na semana, já o quilo vivo da vaca ficou com preço médio de R$ 4,00.

TRIGO

No caso do trigo, nesta safra foram plantados 33.675 hectares na região e 85% do trigo já está colhido. Em Tupanciretã, a safra tem atingido uma produtividade de 3.000 kg/ha. Em Cachoeira do Sul, está se obtendo uma produtividade de 2.000 kg/ha, mas de baixo padrão de qualidade, não sendo possível a venda para farinha, mas somente para ração animal.

Fonte: Diário de Santa Maria / Foto: Deni Zolin

LEIA MAIS

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página
Pular para a barra de ferramentas