HOME > CIÊNCIA E SAÚDE > Descoberta de exoplanetas é reconhecida com Prêmio Nobel de Física
Descoberta de exoplanetas é reconhecida com Prêmio Nobel de Física

Descoberta de exoplanetas é reconhecida com Prêmio Nobel de Física

O canadense-americano James Peebles e os suíços Michel Mayor e Didier Queloz foram anunciados, na manhã desta terça-feira (8), como ganhadores do Prêmio Nobel de Física de 2019. Eles foram agraciados em razão de trabalhos na área da cosmologia.

Segundo comunicado da Academia Real de Ciências da Suécia, metade do prêmio será entregue a Peebles, em decorrência de descobertas teóricas em cosmologia física. A outra metade caberá a Mayor e Queloz, pela descoberta de um exoplaneta (planetas que orbitam estrelas que não sejam o nosso Sol) ao redor de uma estrela de tipo solar.

Nascido no Canadá, Peebles tem 84 anos e naturalizou-se norte-americano. É professor de Física na Universidade Princeton e dedicou-se a estudar a história da evolução do universo, desenvolvendo teorias que estão na base da compreensão sobre o assunto.

Os astrônomos Mayor, 77 anos, e Queloz, 53 anos, são ligados à Universidade de Genebra e descobriram o primeiro exoplaneta, em 1995, dando início a uma busca que já revelou a existência de mais de 4 mil corpos desse tipo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página
Pular para a barra de ferramentas