HOME > DESTAQUES > Em Alegrete, moradores encontram cobras venenosas
Em Alegrete, moradores encontram cobras venenosas

Em Alegrete, moradores encontram cobras venenosas

Uma infestação de serpentes de diversas espécies e tamanhos assusta os moradores dos bairros Vera Cruz e Maria do Carmo, em Alegrete. Uma das espécies encontradas foi a Bothrops alternatus, popularmente conhecida como “jararaca” ou “urutu”.

De acordo com o professor e biólogo da URCAMP, Fabiano Alves, a jararaca é considerada altamente venenosa e é responsável pelo maior índice de acidentes envolvendo cobras. Segundo ele, a espécie é comum na região e pode atingir até dois metros de comprimento.

Conforme o presidente da União das Associações de Bairros de Alegrete (UABA), Edson Roberto Moraes, cobras de mais de dois metros foram encontradas no bairro Vera Cruz na última semana. Para Moraes, a limpeza de ruas, praças e logradouros deixa muito a desejar, favorecendo o aparecimento dos animais.

10300274_703424603046971_3687467143967011941_n

 

Fonte: Alegrete Tudo

Fotos: Alegrete Tudo / Reprodução

 

3 comentários

  1. Deprimente essas fotos! Não são os animais que estão invadindo, infestando, são os humanos que estão INVADINDO o ambiente deles!
    Falta conhecimento e educação às pessoas que estão matando esses animais e ao blog que vincula essa notícia. Concordo com o comentário anterior ao meu e digo mais, onde está o secretário do meio ambiente, essas pessoas que estão matando as serpentes deveriam ser punidas!

    • Bom dia Vanessa.
      Nosso trabalho é trazer a informação aos leitores, não podemos omitir os fatos. Essa matéria retrata a atitude da população, que, como disseste, teve medo e matou os animais por desconhecer o real risco que eles oferecem.
      Quanto aos dados equivocados, como a espécie das cobras, já entramos em contato com a Secretaria do Meio Ambiente de Santiago para esclarecer a situação aos ouvintes da Verdes Pampas e leitores do site. Estamos aguardando um posicionamento e em breve teremos mais informações sobre o assunto.

      Atenciosamente

  2. Boa tarde Thiago.

    Já entramos em contato com a Secretaria do Meio Ambiente de Santiago para esclarecer a situação aos ouvintes da Verdes Pampas e leitores do site. Estamos aguardando um posicionamento e em breve teremos mais informações sobre o assunto.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página
Pular para a barra de ferramentas