HOME > DESTAQUES > Empresa israelense presta ajuda vital no resgate de meninos tailandeses através de tecnologia de comunicação
Empresa israelense presta ajuda vital no resgate de meninos tailandeses através de tecnologia de comunicação

Empresa israelense presta ajuda vital no resgate de meninos tailandeses através de tecnologia de comunicação

Uma tecnologia desenvolvida em Israel foi uma das principais ferramentas para salvar as doze crianças e seu professor presos numa caverna na Tailândia. É um sistema de comunicação que permite que a equipe de salvamento localizada na parte de fora da montanha fale com qualquer socorrista que está dentro da caverna.

Os rádios feitos pela Maxtech NetWorks conectam-se entre si formando uma rede, sem a necessidade de uma antena. A tecnologia permite uma perfeita comunicação entre os membros da equipe de resgate.

Foi um alento para a missão de socorro. Antes de terem a tecnologia, eles tinham muita dificuldade de comunicar porque dentro das cavernas os telefones celulares não funcionam, nem os tradicionais rádios, por causa da topologia disforme dos túneis.

Para a equipe, a tecnologia israelense foi primordial para ter segurança no processo de envio de suprimentos às crianças e ao treinador de futebol. Ela deu ainda segurança ao processo de retirada, que se iniciou neste domingo – as equipes conseguem ir se falando durante todo o percurso de salvamento.

A Maxtech NetWorks foi procurada pela própria equipe de resgaste. “Para ajudar, nós doamos toda a tecnologia de comunicação necessária para o salvamento”, disse Uzi Hanun, CEO da empresa, ao jornal The Jerusalem Post.

A tecnologia doada custa mais de US$ 100 mil, cerca de R$ 390 mil.

Entenda o caso

A história dos doze meninos e seu técnico de futebol, que ficaram mais de 2 semanas presos numa caverna na Tailândia, virou um drama que acabou sendo acompanhado em todo o mundo.

Os meninos, com idades entre 11 e 16 anos, e seu treinador de 25 anos, Ekkapol Chantawong, foram para a caverna Tham Luang Nang Non, no norte da Tailândia, depois do treino de futebol, no dia 23/6. Eles foram dados como desaparecidos por uma mãe.

No mesmo dia, as autoridades começaram a procurá-los. Elas tiveram certeza que eles  estavam na caverna depois que as bicicletas foram encontradas amarradas a uma cerca na entrada do local.

Na madrugada de domingo (8) começou o resgate do grupo. Mas hoje, terça-feira (10) o último garoto e o treinador do time de futebol adolescente que havia ficado preso na caverna por mais de duas semanas foram retirados. O time estava nas cavernas de Tham Luang, cerca de uma hora ao norte de Chiang Rai e próximo à fronteira entre a Tailândia e Mianmar. A missão durou três dias, pois os meninos tiveram que sair um de cada vez, através de túneis estreitos e inundados, que serpenteavam ao longo de quase 5 km. Os meninos eram integrantes de time de futebol chamado Javali Selvagem.

Fonte: Época Negócios / Foto: Reprodução/Maxtech Networks

Comente

Seu email não será exibido. Required fields are marked *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Ir para o topo da página