HOME > DESTAQUES > Envenenamento de animais preocupa protetores em Santiago
Envenenamento de animais preocupa protetores em Santiago

Envenenamento de animais preocupa protetores em Santiago

Os protetores de animais estão preocupados com o alto índice de envenenamento de animais de estimação em Santiago. Os casos estão ocorrendo em vários bairros e sugerem que há comércio ilegal de veneno no Município. O alerta foi feito nesta segunda-feira, 25, na Câmara de Vereadores, pela veterinária e vereadora Eva Muller. 

Eva relatou que entre sexta e segunda, foram seis casos envolvendo cães nos bairros Guabiroba e Vila Rica. Os sintomas apresentados pelos animais após os envenenamentos indicam ingestão de veneno que tem o comércio proibido no Brasil e que geralmente é trazido ilegalmente do Uruguai a Paraguai. 

“É preciso denunciar os casos e até as suspeitas, mesmo anonimamente, pois há alguns anos as denúncias levaram à Polícia Civil a identificar uma pessoa que trazia veneno para vender em Santiago”. As denúncias podem ser feitas pelo 197 ou 3249-9222, ambos telefones da Polícia Civil.

A maior preocupação está relacionada ao risco de uma criança ingerir o veneno, já que geralmente as substâncias são colocadas em pedaços de comida e arremessadas nos pátios das casas.

Eva orienta que as pessoas tenham em casa carvão ativado que pode ser ministrado no animal envenenado enquanto se busca por atendimento veterinário. Não se deve dar leite ou induzir o vômito.

*Com informações do Blog Rafael Nemitz.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página
Pular para a barra de ferramentas