HOME > AGRONOTÍCIAS > Exportação de todas as carnes cresce em outubro, diz MDIC
Exportação de todas as carnes cresce em outubro, diz MDIC

Exportação de todas as carnes cresce em outubro, diz MDIC

As exportações brasileiras de carnes bovina, suína e frango in natura cresceram em outubro ante igual período de 2017. Já em relação a setembro deste ano, só os embarques das proteínas suína e de frango registraram alta. Dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) mostram que o País embarcou 135,9 mil toneladas de carne bovina, aumento de 14,58% na variação anual. Em relação a setembro, no entanto, houve queda de 9,82%. O levantamento divulgado nesta quinta-feira considera 22 dias úteis.

Em receita, as vendas externas de carne bovina atingiram US$ 529,7 milhões em outubro, aumento de 5,72% ante igual mês de 2017, mas baixa de 11,04% ante setembro. Na variação mensal, o faturamento foi pressionado pela desvalorização do dólar nas últimas semanas.

Já as exportações de carne de frango in natura totalizaram 338,1 mil toneladas em outubro, praticamente estáveis no comparativo anual, com um leve aumento de 0,86%. Quanto comparado ao desempenho de setembro, o volume teve um ligeiro crescimento de 0,86%. Em receita, os embarques somaram US$ 517,7 milhões, avanço de 0,25% ante o faturamento de setembro, mas 7,42% menor que os US$ 559,2 milhões registrados em outubro de 2017.

Os embarques de carne suína in natura registraram o melhor desempenho entre as três proteínas em volume. Foram exportadas 54,3 mil toneladas em outubro, aumento de 11,04% no comparativo anual e de 13,12% ante setembro. O faturamento foi de US$ 97,3 milhões, montante 15,97% maior que o do mês anterior, de US$ 83,9 milhões, mas 18,71% inferior ao total de US$ 119,7 milhões obtido um ano antes.

Acumulado

No acumulado dos dez primeiros meses de 2018, o desempenho da carne bovina in natura ainda é positivo. Os embarques somam 1,095 milhão de toneladas, 11,45% maiores do que as 982,5 mil toneladas embarcadas de janeiro a outubro de 2017. A receita cresceu 12,31%, de US$ 4,029 bilhões para US$ 4,585 bilhões.

No setor de carne de frango in natura, o Brasil exportou 3,131 milhões de toneladas de janeiro a outubro, 10,28% menos que os 3,490 milhões de toneladas de igual período de 2017. A receita recuou 12,46%, de US$ 5,473 bilhões nos dez primeiros meses do ano passado para US$ 4,791 bilhões neste ano.

Em relação à carne suína in natura, os embarques no acumulado do ano atingiram 450,4 mil toneladas, 10,38% menos que as 502,6 mil toneladas embarcadas em 2017. A receita caiu 25,97%, de US$ 1,251 bilhão para US$ 926 milhões nos dez primeiros meses deste ano.

Fonte: Agroin Comunicação

Comente

Seu email não será exibido. Required fields are marked *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Ir para o topo da página