HOME > DESTAQUES > Guaidó diz que tem apoio das “principais unidades militares” e convoca venezuelanos às ruas
Guaidó diz que tem apoio das “principais unidades militares” e convoca venezuelanos às ruas

Guaidó diz que tem apoio das “principais unidades militares” e convoca venezuelanos às ruas

O líder opositor Juan Guaidó, autoproclamado presidente da Venezuela, afirmou que se encontra com as principais unidades das Forças Armadas do país para dar início ao que chamou de “fase final da Operação Liberdade”. Ele também convocou os venezuelanos para irem às ruas para o “fim da usurpação” do poder de Nicolás Maduro.

“Hoje, valentes soldados, valentes patriotas, valentes homens apegados à Constituição, responderam ao nosso chamado. Nós também viemos ao chamado, nós definitivamente nos encontramos nas ruas da Venezuela”, postou em uma rede social.

Na manhã desta terça-feira (30), Guaidó foi até a base militar de La Carlota, na capital Caracas, acompanhado de militares dissidentes. Ao lado dele estava Leopoldo López, que estava em prisão domiciliar, impedido de sair de casa, mas que teria sido libertado por membros das Forças Armadas.

Minutos depois, o governo venezuelano denunciou uma “tentativa de golpe de Estado”. O vice-presidente de comunicações do país confirmou houve defecção de militares, mas que seria um “grupo reduzido”.

Líder da oposição a Maduro e presidente da Assembleia Nacional, Guaidó se autoproclamou presidente venezuelano no dia 23 de janeiro. O Brasil, os Estados Unidos e o Canadá estão entre os países que declararam apoio ao movimento do opositor, além da Organização dos Estados Americanos (OEA).

Já Leopoldo López estava em prisão domiciliar desde julho de 2017, após ter ficado três anos em uma penitenciária do país. Ele foi condenado sob acusação de “incitação à violência” durante protestos exigindo a renúncia de Maduro que deixaram 43 mortos entre fevereiro e maio de 2014.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página
Pular para a barra de ferramentas