HOME > CIÊNCIA E SAÚDE > Ministério da saúde reduz suspeitas de coronavírus e analisa antecipar campanha contra gripe
Ministério da saúde reduz suspeitas de coronavírus e analisa antecipar campanha contra gripe

Ministério da saúde reduz suspeitas de coronavírus e analisa antecipar campanha contra gripe

Os secretários de saúde dos estados e das capitais do país se reuniram ontem, quinta-feira, em Brasília, para discutir detalhes de planos de contingência para lidar com eventuais casos do novo coronavírus. A ideia é alinhar as medidas de prevenção, vigilância e assistência caso alguma suspeita de infecção venha a ser confirmada.

No encontro, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, falou da possibilidade de se adiantar o início da campanha de vacinação contra a gripe, que normalmente começa em abril.

Ele lembrou que ainda não existe imunização específica para o novo coronavírus, mas explicou que a vacina ajudará a diminuir a quantidade de casos suspeitos.

Como o Brasil é um país continental, os cenários para o enfrentamento de uma possível chegada do coronavírus são bem diferentes à depender da região. Por isso, o governo espera um sinal do Instituto Butantã, que produz as vacinas contra gripe, para definir aonde e para quais grupos as doses serão liberadas primeiro.

No boletim divulgado durante a reunião, o ministério da Saúde afirma que, no momento, nove casos se enquadram na atual definição de suspeita para o novo coronavírus.

Ao todo, já foram descartadas 24 suspeitas. E o avião com os brasileiros que estavam isolados em Wuhan e serão repatriados pelo governo deve pousar no final de semana na Base Aérea de Anápolis, onde os passageiros ficarão em observação por, pelo menos, 14 dias.

Fonte: Jovem Pan || Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página
Pular para a barra de ferramentas