HOME > DESTAQUES > Nota oficial da Brigada Militar após realizar vistoria no Estádio Alceu Carvalho
Nota oficial da Brigada Militar após realizar vistoria no Estádio Alceu Carvalho

Nota oficial da Brigada Militar após realizar vistoria no Estádio Alceu Carvalho

O Comando do 5° R P Mon e do Corpo de Bombeiros, visitaram o estádio Alceu Carvalho na tarde de ontem, 13, para verificar os danos causados por torcedores no último domingo durante o Grenal.

A tela de proteção foi derrubada por torcedores da torcida Gremista. No domingo foi necessário o isolamento do local.
Do lado de fora, após o jogo, iniciou-se um tumulto entre o efetivo que fazia um cordão de isolamento para que os jogadores entrassem em segurança no ônibus da delegação. Cerca de 40 torcedores descontentes por não conseguirem se aproximar do ônibus, investiram contra 12 policiais que ali estavam, daí a necessidade do uso de uma granada de luz e som para dispersar a multidão.
Não contentes, alguns torcedores se afastaram um pouco do local, porém passaram a jogar pedras  (na foto) contra os policiais, o que motivou a ação mais forte do Pelotão Montado e de mais duas bombas de som e luz, e de munição anti-motim.
As granadas usadas não são projetadas para lesionar ninguém, apenas para causar medo e desnortear os envolvidos no tumulto para que se afastem. Todavia ao detonar próximo ao corpo, algumas pessoas podem ser atingidas por estilhaços, assim como aconteceu. A munição anti-motim (bala de borracha), também tem por objetivo afastar as pessoas envolvidas no tumulto. Munição não-letal, mas que pode causar lesões ao atingir o corpo.
De toda sorte a BM adotou todos os procedimentos legais e técnicos previstos pela corporação, e usados em todo país para controle de distúrbios civis. Participaram da ação policiais devidamente qualificados para eventos desta natureza, inclusive com treinamento pela Força Nacional de Segurança Pública.
É claro que este tipo de ação, não comum para a região, pode causar efeitos na opinião pública. Sempre houve a intervenção da BM com referência as torcidas organizadas, porém, nunca ganharam tamanha repercussão.
A ação do efetivo do 5° R P Mon e do 2° BOE, visaram a manutenção da ordem pública, no momento perturbada por torcedores e terceiros insatisfeitos por uma situação que poderia ser facilmente resolvida com o pronto acatamento das ordens emanadas pelos policiais. Efetivo este que estará presente até o final da copa, fazendo a segurança interna e externa do estádio, para que todos possam aproveitar o evento de forma saudável e tranquila.
A BM que a 176 anos protege a sociedade gaúcha e o 5° R P Mon  a 39 anos em Santiago e na região, tem por missão constitucional a garantia da ordem e da tranquilidade pública. Não com o objetivo de agradar alguns, e sim zelar e garantir a segurança de todos os (as) gaúchos(as). Missão honrada diuturnamente pelo efetivo empregado no policiamento ostensivo.
Fotos: Brigada Militar

4 comentários

  1. Só uma pergunta, quem pediu a presença de policiais fazendo “cordão de isolamento” para os jogadores entrarem no ônibus? NO JOGO ANTERIOR, SEM POLÍCIA, OS JOGADORES COMEMORARAM JUNTAMENTE COM TORCEDORES. INCLUSIVE A TORCIDA DO INTER DEPOIS DO GRENAL, FOI DESPEDIR-SE DOS JOGADORES QUE ENTRAVAM NO ÔNIBUS, SEM AÇÃO N-E-N-H-U-M-A DA POLÍCIA. Desculpe, mas a torcida não investiu contra os policiais, apenas gritaram para que eles não AGREDISSEM OS JOGADORES QUE QUERIAM ENTRAR NA FESTA (inclusive pediam para deixar eles passar pelo tal “cordão de isolamento”), o despreparo da polícia resultou que quando eles pararam de agredir os jogadores, vieram agredir torcedores, ME BATERAM DUAS VEZES DE CASSETETE, ME DERRUBARAM E PARTIRAM PRA CIMA DE MIM NO CHÃO, se não chegasse um amigo para levantar-me não sabemos o que teria ocorrido. Por favor, quando for postar alguma coisa, verifique se essa não é apenas uma versão, nunca trate como fato!

    • Boa tarde João Pedro,

      Como podes perceber, esta é uma nota oficial escrita e enviada pela Brigada Militar, portanto o seu conteúdo é de total responsabilidade da corporação e não traduz a opinião da Verdes Pampas, que segue a linha da imparcialidade.

      Obrigada pela audiência e contribuição.

      Atenciosamente.

  2. Eles visaram a manutenção da ordem pública, desorganizando tudo.

  3. Desculpe, não tinha lido o “nota oficial”, mas segue o recado.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página
Pular para a barra de ferramentas