HOME > Internacional > Objetos que supostamente foram de Hitler são leiloados na Alemanha
Objetos que supostamente foram de Hitler são leiloados na Alemanha

Objetos que supostamente foram de Hitler são leiloados na Alemanha

A casa de leilões Weidler vendeu, neste domingo, em Nurembergue, no sul da Alemanha, vários objetos que supostamente pertenceram a Adolf Hitler e ofereceu, além disso, cinco aquarelas supostamente pintadas pelo ditador nazista.

Uma toalha de mesa foi vendida por 630 euros e uma jarra de porcelana, com um desenho de um veleiro, teve ao final um preço de 5.500 euros. Os dois objetos foram vendidos a duas pessoas que participaram do leilão de fora da Alemanha, uma por telefone e a outra por escrito.

Originalmente, deveriam ter saído a leilão cerca de duas dúzias de aquarelas, mas surgiram dúvidas sobre a autenticidade das mesmas.

A procuradoria da Alemanha apreendeu na quinta-feira passada 63 quadros, por dúvidas sobre a autenticidade, e abriu um processo contra uma pessoa não identificada por possível falsificação.

Cinco aquarelas, que estavam em posse da casa de leilões e que receberam um preço inicial de entre 19.000 e 45.000 euros, finalmente não foram oferecidas para arremate.

A Weidler tinha anunciado no seu catálogo a ação como “Leilão Especial Adolf Hitler”. A casa de leilões também assegurou que não havia perigo de que os objetos atraíssem clientes de extrema direita.

“Os interessados são colecionadores de arte”, disse uma porta-voz.

Por sua parte, o prefeito de Nurembergue, Ullrich Mally, qualificou o leilão como uma “falta de gosto”.

Nurembergue era a cidade onde aconteciam os congressos do partido nazista e também a sede dos julgamentos realizados a partir de 1946 contra parte da cúpula nacional-socialista por crimes de guerra e crimes contra a humanidade.

*Com informações da Agência EFE.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página
Pular para a barra de ferramentas