HOME > DESTAQUES > Polícia do RS e de outros 24 Estados realizam ação simultânea contra pedofilia
Polícia do RS e de outros 24 Estados realizam ação simultânea contra pedofilia

Polícia do RS e de outros 24 Estados realizam ação simultânea contra pedofilia

A maior operação de combate à pornografia infantil do país prendeu 100 pessoas no país até as 8h40 desta quinta-feira (17), segundo o Ministério Extraordinário da Segurança Pública. São cumpridos 578 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em 24 estados.

A ação nacional intitulada Luz na Infância 2 é coordenada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública e realizada pelas polícias civis de cada estado.

Ao todo, 2,6 mil policiais de todo o país fazem apreensão de arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes. Suspeitos também estão sendo detidos em flagrante.

Os alvos foram identificados pela Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública com base em elementos informativos coletados em ambientes virtuais. A operação é realizada às vésperas do Dia Nacional de Combate à Violência e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

No Rio Grande do Sul:

A Polícia Civil gaúcha também participa de uma operação simultânea em combate a pedofilia em todo o Brasil. No Rio Grande do Sul, pelo menos 13 pessoas foram presas em flagrante no cumprimento de 43 mandados de busca e apreensão em 23 cidades. São mais de 200 policiais mobilizados no Estado.

Pedofilia é doença:

A pedofilia está entre as doenças classificadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como transtorno de preferência sexual. Pedófilos são pessoas adultas (homens e mulheres) que têm preferência sexual por crianças – meninas ou meninos – do mesmo sexo ou de sexo diferente, geralmente pré-púberes (que ainda não atingiram a puberdade) ou no início da puberdade.

O Código Penal considera crime a relação sexual ou ato libidinoso (todo ato de satisfação do desejo, ou apetite sexual da pessoa) praticado por adulto com criança ou adolescente menor de 14 anos. Conforme o artigo 241-B do ECA é considerado crime, inclusive, o ato de “adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente.”

Fontes: G1 e Gaúcha ZH / Imagem: Divulgação Polícia Civil

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página
Pular para a barra de ferramentas