HOME > TECNOLOGIA > Preço do iPhone no Brasil mais do que dobrou desde que aparelho foi lançado
Preço do iPhone no Brasil mais do que dobrou desde que aparelho foi lançado

Preço do iPhone no Brasil mais do que dobrou desde que aparelho foi lançado

Se você está procurando um iPhone novo pra comprar e tem a impressão de que o aparelho nunca esteve tão caro, é porque é verdade. E o Brasil se encontra no topo da lista, com uma variação de 127% no preço do iPhone — ou seja, mesmo considerando a inflação dos últimos dez anos (o primeiro iPhone a ser lançado no Brasil foi o 3G, em outubro de 2008), o preço do aparelho por aqui mais do que dobrou nesse período.

A empresa de monitoramento de crédito Self Lender publicou nesta semana o iPhone Price Index, um mapa interativo que rastreia o preço real do iPhone ao redor do mundo, mostrando a diferença de preço desde o lançamento do aparelho até hoje — ou seja, o quanto o preço do iPhone subiu mesmo depois de se calcular a inflação do período e levar em conta o poder de compra de cada país.

O mapa mostra que, quando o aparelho chegou no Brasil (como ele foi lançado no fim de 2008, o mapa só considera os dados a partir de 2009), ele custava 5,14% do PIB per capita do (já ajustado pelo poder de compra), enquanto em 2018 o iPhone do ano custou 11,67% do PIB per capita do País ajustado pelo poder de compra. Isso quer dizer que, quando foi lançado por aqui, o iPhone era vendido em média por US$ 691, enquanto em 2018 o preço médio do iPhone vendido no País foi de US$ 1.666.

O único país que teve uma alteração de preço maior do que o Brasil foi a Inglaterra, que durante esse período acumulou um aumento real de preço de 133%. O top 5 dos países com maior alteração de preço é completado pelos Emirados Árabes Unidos (123% de aumento), Austrália (122%) e Canadá (121%). Já na outra ponta do espectro, os países que menos tiveram aumento de preço real no período foram a Irlanda (com irrisórios 2% de aumento do preço), as Filipinas (com apenas 4% de aumento) e a Polônia (com 10%).

Desde o lançamento do primeiro iPhone a Apple vem sendo criticada pelo preço de seus aparelhos, mas o mapa da Self Lender mostra que há muitos mais mercados onde esse aumento do preço é um tanto quanto abusivo — dos 34 mercados pesquisados, apenas quatro países tiveram um aumento real no preço dos iPhones menor do que 30%, enquanto em dez países o preço dos aparelhos pelo menos dobrou desde o lançamento do primeiro modelo em seus mercados. Isso ajuda a explicar por que, mesmo com o número de vendas caindo, os últimos relatórios fiscais da Apple continuavam registrando recorde de lucros nas operações de venda dos iPhones.

O mapa completo do iPhone Price Index pode ser acessado (em inglês) no site da Self Lender.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página
Pular para a barra de ferramentas