HOME > DESTAQUES > Sem Jael e André, Grêmio terá nova formação para decisão na Libertadores
Sem Jael e André, Grêmio terá nova formação para decisão na Libertadores

Sem Jael e André, Grêmio terá nova formação para decisão na Libertadores

O Grêmio ganhou mais um desfalque para a sequência de decisões do mês de setembro. André deixou o clássico Gre-Nal 417 com uma lesão panturrilha e será mais um desfalque de Renato na função. Sem contar com Jael pelo próximo mês, após o jogador ser submetido a uma artroscopia na última segunda-feira, o técnico terá que encontrar uma solução tática para suprir a falta de um homem de área na equipe.

A solução mais pedida pelos torcedores, antes mesmo das lesões de André e Jael, é o retorno de Luan para a função de falso nove. Foi nesta posição que o jogador se destacou entre 2015 e 2016 no Grêmio, antes da chegada de Lucas Barrios no ano passado para a campanha vitoriosa na Libertadores.

Hoje na torcida por seu “aprendiz”, Valdir Espinosa, que trabalhava no clube entre 2016 e 2017, aponta a opção de Luan novamente na referência ofensiva da equipe como uma boa estratégia para a partida contra o Tucumán.

— Olha, realmente o Luan é uma boa alternativa. Não adianta usar ele ali como a figura do centroavante de área. Se quer essa opção, não conte com ele. É um jogador técnico, que sabe fazer essa função. Basta  ajustar com o restante do time que não se tem mais figura de um pivô. 

Disse, antes de comentar sobre as dificuldades de alterar a estrutura do time na véspera de uma partida decisiva:

— Não é sacrifício, não seria um peso. Precisa ter prazer em jogar, um momento de alegria de defender a camisa do Grêmio. O Luan é um grande cara, não estava bem nos últimos jogos, mas tem consciência do que representa a importância de um jogo desses. Não seria difícil para ele, não — completou.

Como o jogo deste sábado contra o Paraná deve ter um time totalmente reserva, Renato terá os próximos três dias antes da viagem à Argentina para encontrar uma solução. O limite de inscritos na Libertadores, a nova lista permite duas trocas, é o problema para a competição continental. Sem Jael e André, não resta outro centroavante de “ofício” disponível. Thonny Anderson, que no início da temporada ganhou chances na função, é outra alternativa para a Libertadores. O ex-centroavante Christian aponta que a questão física será importante para escolher a equipe. E sugere que o Grêmio poderia adaptar o seu esquema tático para enfrentar o Tucumán na Argentina.

— Poderia optar por Thonny Anderson ou Pepê, que encontrou no segundo tempo do Gre-Nal, aí faria um esquema com dois atacantes e revezando com o Luan. Depende muito da proposta do adversário também e a parte física dos jogadores que estão à disposição — avaliou.

Até mesmo Cícero, que foi utilizado como centroavante contra o Independiente na Recopa, pode ganhar espaço. Caso a opção de Renato seja por adiantar um meia para o ataque, uma vaga no meio-campo também se abre com a improvisação no ataque. Jean Pyerre, que recebeu elogios de Renato pela boa atuação no Gre-Nal, é candidato a ganhar lugar no time e também ser inscrito para a próxima fase da Libertadores com Matheus Henrique.

Nos próximos 17 dias, o Grêmio entrará em campo quatro vezes, três delas pelo Brasileirão e uma pela Libertadores. Uma partida a cada quatro dias em média, com um cenário que mantém o time vivo para as disputas 

— Temos uma série de jogos, e as próximas três semanas serão fundamentais. Podemos estar eliminados da Libertadores com uma diferença longa para os líderes ou classificados com uma distância pequena — comentou Geromel em sua entrevista coletiva.

Departamento médico

André
Sofreu lesão muscular no último Gre-Nal. Será desfalque por, pelo menos, três semanas para o técnico Renato Portaluppi.

Jael
O centroavante só volta na primeira quinzena de outubro aos gramados. O jogador passou por uma artroscopia na última segunda-feira após ser diagnosticada uma ruptura no menisco.

Michel
Sem ritmo de jogo, foi jogar com o grupo de transição e acabou sofrendo entorse no tornozelo. Não voltou a treinar e deve ficar fora da viagem à Argentina

Em baixa

Geromel
Passou a cometer algumas falhas nos últimos jogos. Ainda é referência na defesa da equipe, mas oscilou sem a companhia de Kannemann.

Luan
Marcou pela última vez no dia 1º de agosto, no empate em 1 a 1 com o Flamengo na partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Voltou a ser alvo de algumas críticas da torcida, mas mantém o posto de referência técnica do time.

Os selecionáveis

Kannemann e Everton
Os dois jogadores chegam a Porto Alegre hoje. A dupla será reavaliada, mas ficará de fora do treino no CT Luiz Carvalho. Everton jogou 46 minuto nos dois amistosos da Seleção. Kannemann ficou em campo por apenas 22 minutos com a seleção argentina no primeiro teste, o zagueiro não enfrentou a Colômbia na última terça. Os dois serão reavaliados.

Fonte: Gaúcha ZH / Foto: Lucas Uebel

• 23 shows e bailes para comemorar a Semana Farroupilha em Santiago

• Jair Bolsonaro passa bem após cirurgia de emergência, diz hospital

• Com dores, Rodrigo Dourado é dúvida para enfrentar a Chapecoense; veja possíveis substitutos

1 comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página
Pular para a barra de ferramentas