Portal Verdes Pampas

“Situação nojenta”: diretor do Grêmio se revolta após novo caso de racismo na Arena

Na vitória heroica do Fluminense por 5 a 4 diante do Grêmio, de virada, na Arena, a TV Flu flagrou torcedores do Imortal gritando ‘macaco’ em direção ao atacante Yoni González, atacante do Tricolor das Laranjeiras, autor do quinto gol carioca em Porto Alegre. A respeito do caso de racismo, Nestor Hein, Diretor Jurídico do Grêmio, falou sobre o ocorrido e se irritou com o novo episódio.

“É do nosso interesse tirar os racistas do contexto dos estádios, já falamos isso. Não quero me eximir da responsabilidade. Para nós, é uma situação anômala e nojenta. Não me preocupa a punição, o prejuízo já é irreparável. Se algum torcedor gremista ouviu, entre em contato conosco”, disse o dirigente em entrevista à Rádio Grenal.

Esta não é a primeira vez que a Arena Grêmio vivencia um caso de racismo. Em 2014, em um confronto da Copa do Brasil, o goleiro Aranha, que estava no Santos, também foi chamado de macaco por torcedores nas arquibancadas. Na época, o clube foi excluído da competição nacional.

Confira o vídeo: