HOME > AGRONOTÍCIAS > Soja brasileira sobe, descolada dos EUA
Soja brasileira sobe, descolada dos EUA

Soja brasileira sobe, descolada dos EUA

Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da USP), os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam a sexta-feira (25.10) com preços médios da soja nos portos do Brasil sobre rodas para exportação caindo 0,24%, para a média de R$ 88,70/saca (contra R$ 89,91, do dia útil anterior). Com isto, o acumulado do mês atingiu 2,24%, contra positivos 2,48% do dia anterior.

“A cotação da soja em Chicago teve queda mais expressiva, de 1,39%, enquanto o Dólar registrou desvalorização de 0,88%, fechando em R$ 4,0094. Isso fez com que os preços que os compradores ofereceram sobre rodas nos portos do sul do Brasil – ou seus equivalentes em outros estados – tivessem queda”, explica o analista da T&F Consultoria Agroeconômica, Luiz Pacheco. 

No interior, destaca também a T&F, o preço da oleaginosa teve alta de 0,04%, com o preço da saca subindo para R$ 83,47/saca, contra R$ 83,44 do dia anterior. Com esse desempenho, o acumulado do mês acabou atingindo 3,22%, contra 3,18% do dia útil anterior.

CHINA COMPRA

Ainda de acordo com a T&F, a China esteve ativa na última sexta-feira, adquirindo cerca de cinco cargos do Brasil e dois cargos da Argentina. Após o fraco fechamento de Chicago, as margens de esmagamento dispararam na China, atingindo US$ 50,00 para a safra velha e ficando acima de US$ 30,00 para a safra nova.

“Os prêmios da soja nos portos brasileiros cairam 2 cents para fevereiro, 6 cents para março, 5 cents para abril, 13 cents para maio, 3 cents para junho e 7 cents para julho. O mercado intermediário de Paper de Paranaguá novamente negociou março a +36. Os prêmios da soja brasileira CIF portos da China subiram 1 cents/bushel para fevereiro, permaneceram estáveis para março, abril e maio, caíram 4 cents para junho e 2 para julho”, conclui Pacheco.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página
Pular para a barra de ferramentas