HOME > Internacional > Terremoto na Califórnia é sentido em Los Angeles e Las Vegas e aumenta temor por novos abalos
Terremoto na Califórnia é sentido em Los Angeles e Las Vegas e aumenta temor por novos abalos

Terremoto na Califórnia é sentido em Los Angeles e Las Vegas e aumenta temor por novos abalos

A cidade de Ridgecrest, nos Estados Unidos, está em estado de emergência depois que um terremoto de magnitude 6.4 atingiu o estado da Califórnia. O epicentro foi registrado com uma profundidade de menos de 9 km, e próximo ao local de testes de bomba da Marinha norte-americana, conhecido como China Lake.

A unidade apresentou danos significativos, com incêndios, vazamentos de água e derramamento de materiais perigosos.

A sismóloga do Instituto de Tecnologia da Califórnia Lucy Jones afirmou que fazia tempo que o estado não registrava um fenômeno como o desta quinta. “A última vez que tivemos um terremoto no sul da Califórnia acima da magnitude 6 foi em 1999. A década anterior teve cerca de 8 de magnitude 6, então este foi quieto e anormal.”

Os tremores ainda foram sentidos a quase 260 quilômetros de distância, em Los Angeles, e até em Las Vegas, no estado vizinho de Nevada. A cidade mais atingida foi Ridgcrest, que fica somente a 10 km de distância do epicentro.

De acordo com os bombeiros da cidade, mais de 20 chamadas foram feitas após o terremoto e pelo menos 5 incêndios foram reportados. O chefe do batalhão, Jason Schillinger, completou que o departamento recebeu muitas ligações sobre vazamentos de água e gás, mas tranquilizou a população. “Isso foi no começo. Cerca de 50% das casas foram salvas, mas com reforço da estrutura do Condado de Kern”, garantiu.

Os edifícios e estradas apresentarem diferentes níveis de estrago, com alguns deslizamentos em alguns locais. Algumas alas do principal hospital de Ridgcrest foram esvaziadas e pelo menos 15 pacientes foram transferidos para outro estabelecimento.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página
Pular para a barra de ferramentas