HOME > CIÊNCIA E SAÚDE > Vacinação contra gripe no RS supera índice geral do ano passado, mas ainda está abaixo da meta
Vacinação contra gripe no RS supera índice geral do ano passado, mas ainda está abaixo da meta

Vacinação contra gripe no RS supera índice geral do ano passado, mas ainda está abaixo da meta

Até ontem, a cobertura de grupos prioritários pela vacinação contra a gripe no Rio Grande do Sul neste ano era de 84%, superior aos 81,1% verificados em 2018. Esse índice, entretanto, ainda está abaixo da meta definida pelo governo federal que é de 90%, sobretudo no que se refere a crianças, gestantes e doentes crônicos.

“Como a vacinação continua ocorrendo em cidades onde existem estoques de doses, os índices deste ano devem se alterar”, ressalva o governo do Estado. A campanha começou no dia 10 de abril e desde o final de maio passou a mirar também os grupos não prioritários.

Mesmo no caso das crianças, com adesão de 77% em 2019, houve um avanço na procura pelas doses em comparação a 2018. No ano passado, apenas 67% das crianças foram vacinadas contra a gripe. Em virtude da baixa cobertura, esse público (juntamente com as gestantes) foi o primeiro a começar a vacinação neste ano, em 10 de abril.

Além disso, nesta edição a faixa etária foi ampliada em um ano, abrangendo todas as crianças maiores de 6 meses a menores de 6 anos. O aumento na procura e a ampliação na idade representaram um número de doses aplicadas 165 mil superior a 2018.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página
Pular para a barra de ferramentas