HOME > CIÊNCIA E SAÚDE > VÍDEO: meteoro é avistado em Santiago e mais 37 cidades do RS
VÍDEO: meteoro é avistado em Santiago e mais 37 cidades do RS

VÍDEO: meteoro é avistado em Santiago e mais 37 cidades do RS

As redes sociais ficaram movimentadas na noite de ontem, quinta-feira (06), após a observação de um meteoro no céu gaúcho por volta das 22h30min.

Uma espécie de bola de fogo se dissipou na atmosfera, o fenômeno foi observado em diversas cidades, como Santiago, Porto Alegre, Ijuí, Cruz Alta, Caxias do Sul, Itaqui, Ibirubá, São Vicente do Sul, Quevedos, Jaguari, Passa Sete, Palmeira das Missões, Capão do Cipó, Salto do Jacuí, Mata, Santa Bárbara do Sul, Mato Queimado, Joia, Augusto Pestana, Caibaté, Tapes, São Pedro do Butiá, Estância Velha, São Borja, Uruguaiana, Selbach, Santa Rosa, Guarani das Missões, Pejuçara, Santa Maria, Panambi, Sapucaia do Sul, Santo Ângelo, Júlio de Castilhos, Tupanciretã , Gramado, Quaraí

O vídeo acima foi gravado por Nicolas Dall Agnol, de Getúlio Vargas. Abaixo, veja também as imagens feitas por Cássio Patias, em Tupaciretã. 

Dezenas de pessoas, de diferentes regiões do Estado, contaram ter visto o objeto luminoso se deslocando no céu. Algumas narraram inclusive ter escutado estrondos e sentido tremores.

De acordo com a meteorologista Fabiene Casamento, “o fenômeno luminoso surge quando corpos de tamanhos variados, mas em geral minúsculos, penetram na atmosfera da Terra a altíssimas velocidades. O brilho é consequência do aquecimento do próprio corpo e do ar por atrito e por pressão”.

No começo da manhã desta sexta-feira (7), a Brazilian Meteor Observation Network (Bramon) informou, em nota, que “o objeto tratava-se de fato de um meteoro e teria ocorrido no oeste do Estado do Rio Grande do Sul”. Segundo a entidade, as análises ainda são preliminares e podem ficar mais precisas se surgirem novas imagens e depoimentos – que podem ser enviados por meio do site da Bramon.

“Os dados ainda são preliminares e dependem do aperfeiçoamento das análises, mas pelo que já apuramos, o meteoro foi gerado por um fragmento de rocha espacial pesando entre 7 kg e 12 kg, e teria surgido a cerca de 57 km de altitude próximo à cidade argentina de 25 de Mayo. Durante 13,5 segundos, ele viajou a uma velocidade média de 13,64 km/s (49,1 mil km/h) até atingir a altitude de 27 km, ao norte da cidade de Jari, no Rio Grande do Sul”, informou a Bramon. 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página
Pular para a barra de ferramentas