HOME > TECNOLOGIA > Xiaomi decepciona e pode aumentar o preço dos celulares; veja
Xiaomi decepciona e pode aumentar o preço dos celulares; veja

Xiaomi decepciona e pode aumentar o preço dos celulares; veja

A Xiaomi pode começar a aumentar o preço de seus smartphones. A informação foi dada pelo CEO da marca chinesa, Lei Jun, em entrevista ao site Technode. Segundo o executivo, a empresa deseja acabar com a imagem de que seus produtos custam menos de 2.000 yuans (cerca de R$ 1.160, em conversão direta) e que considera a mudança de posicionamento já em relação ao substituto do recém lançado Mi 9.

Uma eventual mudança de patamar de preços dos produtos da Xiaomi pode decepcionar a legião de fãs da marca, famosa pela proposta de aliar bom nível de recursos a um preço mais acessível. Na entrevista, Lei Jun afirma que disse internamente que o Mi 9 deve ser o último produto da fabricante custando menos de 3.000 yuans (aproximadamente R$ 1.740)”. O executivo também disse: “No futuro, nossos smartphones podem ficar mais caros, não muito, mas um pouco mais caros”.

Lei Jun explica que a decisão estaria relacionada à necessidade de melhorar o desempenho da companhia. Com maior faturamento, a Xiaomi poderia ter maior capacidade de investimento para o desenvolvimento de novos produtos.

A informação de que a fabricante chinesa cogita reposicionar seus produtos no mercado reflete outra decisão recente da empresa. Ao transformar a linha de intermediários Redmi em uma marca independente, a companhia pode ter decidido deixar os produtos de entrada e mais em conta sob o guarda-chuva da Redmi, liberando o nome Xiaomi apenas para celulares mais poderosos e caros.

Outra realidade, que inclusive corrobora o posicionamento do executivo, é o fato de que a Xiaomi se tornou uma corporação de capital aberto no ano passado. A entrada da empresa na bolsa impõe a necessidade de atrair novos investidores, o que pode explicar a necessidade de melhorar o faturamento.


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ir para o topo da página
Pular para a barra de ferramentas